Padroeiros

Padroeira da Paróquia de Santa Maria, de V. N. Santo André: Nossa Senhora da Conceição

Quem é NIMG_5077781853970ossa Senhora da Conceição?

É a Mãe de Jesus, Maria de Nazaré, esposa de S. José.

Dogma.

O dogma da Imaculada Conceição, proclamado em 8 de dezembro de 1854 por Pio IX (Bula “Ineffabilis Deus”), declara a santidade da Virgem Santa Maria desde o primeiro momento da sua existência, desde a sua Conceição, ou seja, que ela foi preservada desde sempre da mácula do pecado original, no qual nascem todos os filhos de Adão. Enquanto estes estão privados da graça divina, a Virgem Maria foi toda pura, santa e imaculada desde o início da sua vida. Esta foi desde sempre a convicção profunda da Igreja, que viu na Virgem Maria a ‘Nova Eva’ (Sto. Irineu).

História:

D. João IV e a Restauração – Santuário de Vila Viçosa

No dia 19 de março d
e 1604 nasceu, em Vila Viçosa, o 8.° Duque de Bragança. Era a festa de São José. Nasceu na vila que guarda o Santuário de Nossa Senhora da Conceição.

No dia 1 de dezembro de 1640, antes que se consumassem aos sessenta anos dos Filipes em Portugal, era D. João, o 8.° Duque de Bragança, solenemente aclamado rei de Portugal.

D. João IV, o Restaurador, entrou em Lisboa no dia 6 de dezembro e, no dia 8, assistiu, pela primeira vez, na Capela Real, à festa da Imaculada Conceição. Pregou, nesse dia, Frei João de São Bernardino.

D.João IV repetiu o gesto da primeira aliança, realizada por D. Afonso Henriques, escolhendo, com os seus vassalos a Imaculada Conceição para Padroeira Nacional: «Estando ora junto em Cortes com os Três Estados do Reino, lhes fiz propor a obrigação que tínhamos de renovar e continuar esta promessa e venerar com muito particular affecto e solemnidade a Festa da Sua Immaculada Conceição – e nellas, com parecer de todos, assentámos de tomar por Padroeira de nossos Reinos, e Senhorios a Santíssima Virgem, Nossa Senhora da Conceição, na forma dos Breves do Santo Padre Urbano VIIL obrigando-me a haver confirmação da Santa Sé Apostólica.» (In Provisão de 25 de Março de 1646). Nesta consagração estava incluída, de modo muito particular, a Universidade de Coimbra. In: http://www.familiacrista.com/